terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

numa caixa, nome ou destino

(Re)parti-me
se fui rosa, havia espinhos tão presos,
que ao retirá-los eu morria

ávida fui, muito pouco
tonto tempo, solidão
espaço a sugar um pequeno grão de areia
eu
sereia sem canto em profundo mar de silêncios
incendiando beijos sobre a estante
andante de asas quebradas
eu voei longas horas
minutos
perplexa assim eu
a contemplar a inércia
tempestade de partir barcos
e abraçar o amor
eu
Seria eu ?
Ou a outra com cabelos cumpridos e olhos escuros
a tocar o céu e seu infinito 
podendo caber numa caixa, nome ou destino. 

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Doce ele

Brilham meus olhos
ele me faz pensar.
atar tudo ao tempo
e sentir como é simples a alegria
dia e noite a atravessar minha mente
e minha vida encostada, 
embrulhada em papéis com poesia a arder apenas em mim
Doce ele, doçura  permanente em minha pele e ouvidos
O tomo feito água, reconstruindo-me no espelho
em terra desconhecida o tempo passa deserto, mas com consolo próprio de que há algo a se descobrir

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Respiro

*

Quando sou liberdade
    floresço

Junto um suspiro

Arte por: Anwita Citriya- via @theartidote 


- Nem mesmo leio o que tenho em meus pensamentos, a exatidão de minhas angústias não me deixam ser habitada por eles. Por meus desejos. Sem intuição ou sonhos possíveis de se dizer a alguém, eu tomo litros de café quase como para mergulhar em mim e recolher-me depois. Os pássaros estão lá fora voando com asas de quem não pensa insistentemente no nada, ou na imensidão das coisas que tento em vão, guardar em minhas mãos. Não sei do amor, olhares profundos que nos despe a nos vestir dele novamente e de novo, restaurando pedaços de qualquer memória ou inquietação. Me confesso pequena, me empanturrando para ver caber algo verdadeiramente meu desde os pés, ao fio de cabelo novo que mal começou a nascer. Minhas palavras são silentes, adormecidas. Se me acordo sou melodia por terminar com tom azul, cor em meu peito que se despede toda manhã. O poema em mim pulsando agora, diz que a saudade é uma dor boa de sentir .  

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018