terça-feira, 12 de agosto de 2014

Engasgo

Quero furtar as rosas escuras
do sofrer
Me enfeitar
e ignorar a razão
Gritar esse engasgo
de fumaça e espera
Quem dera eu 
pudesse não mais conter
Sangrar meu silêncio
cuspindo nos que me vestem
sem conhecer o sentido
de eu nada sentir
Caberá nesse minuto infinito rasgar meu sorriso
folheando  poemas de amor.

2 comentários:

  1. Terminou na palavra amor, só para ficar perfeito

    ResponderExcluir
  2. Suas palavras calam no funda da minha alma e do meu coração

    ResponderExcluir