segunda-feira, 18 de março de 2013

Avassalador

 
Muito mais fácil o que antecede o acontecer amor. Escorrego sempre no passar do imaginar. Sou errante demais em equilibrar ciúme e confiança. Paciência se vai, ao piscar diferente dos olhos, nunca menos. Quero sempre o crescente, quero exagero de sentimentos, aqueles que eu escolher. Confesso, nem sempre fui assim. Fui transformada por um avassalador sentimento que passou por mim, certeza de que não foi o amor. Fui posse com meu consentimento, cheia de paredes ao meu redor, pela fresta via ao longe o começo de mim, e meu fim batendo em minha porta. Fui leviana em brincar de viver.

Milene Cristina

4 comentários:

  1. Milene,
    adorei visitar sua pagina, suas escritas são sensacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elias!! Obrigada, agradeço por visitar minha página, um abraço!! :)

      Excluir
  2. Se for pra ler bonitezas como essa... Vamos seguir brincando de viver, então.

    Adorei seu recanto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hellen!!! Vamos sim!! Obrigada por suas palavras carinhosas, e por passar aqui no blog e ficar mais um pouco. Beijo :)

      Excluir