domingo, 6 de janeiro de 2013

Escolho à mim


Saudade constante, em um instante penso que me esqueci
Digo não pra mim..
Digo sim pra me acalmar
Digo não novamente
Sigo me enganando, pra vê se acredito no que hoje é real
Que apenas posso sentir saudade
Enquanto ainda é saudade boa
Enquanto as lágrimas são de lembranças talvez tão bonitas
Que a vontade seria repetí-las
Enquanto ainda te quero lembrar
Enquanto ainda sei seu número
Enquanto tenho seus olhos nos meus
E enquanto tudo isso, escolho palavras pra não mentir
Escolho momentos pra esquecer
Escolho à mim e à não mais te ver.

(Milene Cristina)

2 comentários:

  1. Olá você deixou um comentário em meu blog a respeito de layout free, é só deixar seu email que encaminho

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi que bom q respondeu,vou passar beijoo!!Obrigada

    ResponderExcluir