sábado, 3 de novembro de 2012

Do que me livra


E não são só as dores do mundo
São as do meu mundo..Meu querer
O esquecer de mim.Dizer não quando se quer o sim
Dizer sim e não mais querer
Como pesa minhas palavras contidas pelo medo
O desconhecido que me assusta
E nessa insuportável angústia, tento lembrar do que ainda
me trás algo..Do que me livra e me faz livre.
Sem passos forçados..Sem sonhos roubados.

Milene Cristina

Nenhum comentário:

Postar um comentário