quinta-feira, 11 de junho de 2015

Sopro


Ele tocou em meu rosto tão levemente. Acalmou minha alma como se eu tivesse enfim me encontrado. Folhas e sol, e a força dos seus olhos felizes
apresentando-me à alegria. Breve cor em meu corpo. Sopro constante de paz.