sexta-feira, 15 de março de 2013

 
Sem ensaio de palavras, cantar meu amor em tom singular. Deitar em rede, singelo beijo, aproveitar o ensejo..Me declarar. E em cada feliz coincidência o reconhecer do esperado.
Pessoa, lugar, cheiro, mãos, olhar. Das mãos que escrevem.Carinho. Da boca, um breve sussurrar . Perceber que é amor e então feliz me calar .
 
Milene Cristina

2 comentários:

  1. estou adorando teu blog! tudo muito singelo, doce de ler e de sentir! parabéns e beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eliane, também gosto muito do seu cantinho. Feliz por passar aqui.Beijo!:)

      Excluir