sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Estrada chamada solidão


Quem sabe será melhor assim, não tenho certeza de nada
Não sei por que entrei nessa estrada, essa sua tão complicada
Tão cheia de montanhas tão cansativas que não levam à lugar algum
E apenas o que quero é um, um lugar pra mim
Mais a cada passo que dou vejo meu fim, sem nenhuma água de carinho pra continuar seguindo, nem oasis de certezas do seu amor
Só o calor insuportável de tua ausência
Minhas malas de saudade já não mais aguentava, então as deixei pelo caminho
Sentei-me pra sentir algum vento de esperança de que devia continuar,mais decidi voltar, voltar pra mim, pro meu querer.
Pra uma estrada triste e calma chamada solidão.

Milene Cristina

Nenhum comentário:

Postar um comentário